O Canal do Rio Grande

Chamamé

Compartilhe

O estilo Chamamé ao chegar no Brasil se modificou, tendo outros instrumentos introduzidos, resultado este, que o fez se tornar um dos ritmos mais empolgantes do nosso Fandango Gaúcho.    

Tradicionalmente, os instrumentos utilizados pelos conjuntos que tocavam este estilo eram dois violões e um bandoneón*, podendo ser usado, no lugar deste último, um acordeon, acordeon oito baixos ou acordeon de botão.

Muito popular no Paraguai e nos estados do sul e centro-oeste do Brasil,principalmente Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, o chamamé possui variações regionais nestes três locais.

Já a dança, originou-se na tribo indígena “Kaiguá”, entre Brasil e Corrientes, pelos índios era conhecida como “Polkakirei”, uma polca movida em ritmo ágil e contagiante, a palavra chamamé teria origem na frase “Che amoa memé” que significa “te protejo”. 

*O bandoneon é um tipo de sanfona, tocado com o instrumento entre as mãos e empurrando ou puxando para fora, enquanto pressiona as teclas com os dedos.

Leia Também II Rodeio Internacional de Tapejara inicia nesta quinta-feira Confira os resultados da Festa Campeira da 7ª Região Tradicionalista Domingo das famílias na Festa Campeira em Passo Fundo Grande público prestigia Festa Campeira na Roselândia