O Canal do Rio Grande

Freio de ouro reconhecido como manifestação da cultura nacional

Compartilhe
A Comissão de Educação (CE) do Senado aprovou hoje (10) o projeto de lei relatado por Lasier Martins (Podemos-RS) que reconhece o Freio de Ouro como manifestação da cultura nacional. O PL 5.644/2019 (PL 7.570/2017, na origem), de autoria do deputado Afonso Hamm (PP-RS), garante a realização dessas atividades centradas no cavalo crioulo, resguardadas as normas legais de proteção aos animais.

Realizada no Rio Grande do Sul há mais de 40 anos, a competição reproduz nas pistas o trabalho do cotidiano no campo gaúcho, com nove etapas classificatórias, sendo duas internacionais, por onde passam mais de mil animais. As provas avaliam atributos do cavalo crioulo, como resistência, aptidão e coragem. Trazida pelos colonizadores espanhóis, a raça é símbolo de agilidade, resistência e força.

A Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) contam com mais de 400 mil animais registrados que, mais que ferramenta de trabalho, de esporte e de montaria, são fundamentais para o agronegócio brasileiro, sendo peça central de complexo econômico que movimenta anualmente mais de R$ 1,28 bilhão e gera mais de 280 mil empregos.

Para Lasier, o reconhecimento do tradicional torneio não apenas celebra a raça equina, mas também enaltece a cultura gaúcha. Ele lembrou que a Constituição estabelece que o Estado deve garantir liberdade e acesso às fontes da cultura nacional, além de valorizar a difusão das manifestações culturais. Agora, a proposta segue para avaliação do Plenário do Senado

Leia Também Melodia Solidária: artistas fazem campanha em benefício de colegas em tempo de coronavírus Luiz Dickel está no ar nas noites de domingo no Canal do Rio Grande CTG de Serafina Corrêa faz doação para hospital e Brigada Militar Tradicionalistas se despedem do cantor e compositor Airton Pimentel