O Canal do Rio Grande

Justiça torna definitiva vitória de Gilda Galeazzi na presidência do MTG

Compartilhe
O Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul confirmou em definitivo a vitória da passo-fundense Gilda Galeazzi como presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG).  A ação foi conduzida inicialmente pela 2ª Vara Cível da Comarca de Lajeado. 
Gilda já estava no cargo de presidente, tendo assumido o cargo em solenidade no dia 29 de janeiro 
no CTG Tiarayu, em Porto Alegre.
Conforme a decisão publicada pela Justiça, a decisão atribui a vitória da Chapa 2 no 
68º Congresso Tradicionalista, que foi realizado no dia 11 de janeiro em Lajeado. Na oportunidade, a comissão eleitoral chegou a declarar Elenir Winck como a vencedora, após um empate por 530 votos.  O MTG utilizou como critério de desempate a chapa que tivesse o candidato mais velho. Por causa disso, Elenir Winck foi considerada a ganhadora, já que na chapa havia um homem de 77 anos. 
Imediatamente, houve a apresentação de recurso, com base no artigo 127 do estatuto da entidade, porque Gilda Galeazzi era a candidata com mais idade.
Na presidência, a passo-fundense tem passado por vários desafios em função da pandemia de coronavírus. Os eventos acabaram sendo cancelados e as entidades deixaram de realizar promoções. 
Antes de presidir o MTG, Gilda ocupou vários mandatos na coordenação da Sétima Região Tradicionalista, com sede em Passo Fundo.

Leia Também Vem aí a Live Especial do Dia dos Pais com Oswaldir & Quinteto Nativo! Minha Terra, Minha Paixão: o legado do CTG Lalau Miranda para a tradição em Passo Fundo Enart e demais eventos do segundo semestre cancelados pelo MTG Oficinas virtuais da cultura gaúcha registram grande adesão