O Canal do Rio Grande

"Gaúchos sem Fronteiras" é o tema dos Festejos Farroupilha 2020

Compartilhe

No mais difícil ano dos últimos tempos, em função da pandemia de Covid-19, a programação mais restrita será desenvolvida para marcar os Festejos Farroupilha de 2020.  O tema escolhido é "Gaúchos sem Fronteiras". 

O Movimento Tradicionalista Gaúcho escolheu como patrona deste ano a artista, avaliadora, palestrante e pesquisadora Alessandra Carvalho da Motta. Ela é servidora pública federal. Atuou por mais de 20 anos no meio cultural e com atuação no MTG. 

Sobre o tema "Gaúchos sem Fronteiras", o presidente da comissão, o músico César Oliveira destacou, em justificativa, que “é uma particularidade do povo gaúcho espalhar-se geograficamente pelo mundo, sem perder suas raízes culturais. Há algumas décadas, os gaúchos ganharam o Brasil, e hoje temos Centros de Tradição Gaúcha inclusive na China”. O tema escolhido também coloca em evidência o potencial de negócios do Rio Grande do Sul - especialmente na área turística.

Diversidade Cultural

Maxsoel Bastos, vice-presidente da Comissão dos Festejos Farroupilhas do RS, acredita que a diversidade experimentada em todas as regiões do Estado forjou um povo apaixonado pelo tradicionalismo e que, fundamentalmente, acredita em valores como honradez, hospitalidade, educação e na história e na valorização do legado de seus antepassados.

“Muito de nossos ‘Gaúchos sem Fronteiras’, que ganharam espaço nos quatro cantos do mundo, carregam consigo a chama de um espírito aventureiro, herança de nossos antepassados, que a ferro e fogo colonizaram e forjaram as linhas que definem os limites do nosso Rio Grande. Homens e mulheres que ao deixarem o pago, partiram divididos entre ser filhos de nossas tradições e, ao mesmo tempo, indivíduos que passam a ser cidadãos de um mundo globalizado. São eles os grandes responsáveis por fundarem, além das fronteiras do Rio Grande do Sul e do Brasil, milhares de Centros de Tradição Gaúcha, verdadeiras células culturais, que hoje passaram a ser uma janela de nossos valores mais basilares”, complementa Bastos.

Identidade visual foi apresentada pela Comissão dos Festejos

A identidade visual das comemorações deste ano foi apresentada esta semana pela Comissão Estadual dos Festejos Farroupilhas. O responsável é o artista plástico Mauro Vila Real. O trabalho apresenta um cavaleiro, na companhia de seu cachorro, em uma estrada de terra, tendo no horizonte elementos como pontos turísticos e culturais de diversos locais do mundo. Segundo Mário, serviram de inspiração o criador de cavalos crioulos Gilson Souza, o “cusco” Peijo Junior e o cavalo RF Cigano.

Os Festejos

Os Festejos Farroupilhas abarcam a totalidade de ações comemorativas ao Dia do Gaúcho (20 de setembro). São acampamentos, desfiles, bailes e ações culturais, como oficinas e palestras. A cada ano, a Comissão Estadual escolhe um tema, que é trabalhado com o objetivo de ampliar o conhecimento sobre as raízes históricas do RS e as bases do culto às tradições.

O artista

Nascido em Frederico Westphalen, Mauro Vila Real tem em seu currículo trabalhos para editoras como Marvel e DC Comics. Seus desenhos também podem ser vistos em capas de álbuns musicais, pôsteres, sites, quadrinhos, jornais, livro infantis e infantojuvenis. Participou de exposições como o Salão Internacional e Contemporâneo de Arte de Belo Horizonte, Salão Internacional de Arte Contemporânea de Portugal e Salon International D´Art Contemporain no Carrousel Du Louvre, em Paris. Entre as técnicas utilizadas pelo ilustrador se destacam a acrílica, aquarela, gauche e carvão.

 

Texto:

Rafael Varela  Ascom Sedac

Colaboração: César Oliveira e Maxsoel Bastos

Leia Também Tradicionalismo gaúcho comemora os 54 anos do MTG Live de integração marca os 54 anos do MTG Raul Daligna: entre o artesanato e a sintonia do Canal do Rio Grande Lançamento de livro celebra aniversário do MTG