O Canal do Rio Grande

Seara da Canção de volta à área urbana de Carazinho

Compartilhe

Além de marcar a retomada da Seara da Canção, 2022 também significa o retorno do festival para a área urbana de Carazinho, onde tradicionalmente era realizado. Esse formato consolidou o nome da Seara no Rio Grande do Sul e especialmente junto à comunidade carazinhense.

O objetivo inicial da comissão organizadora da Seara era realizar o evento na Acapesu, local onde o festival teve suas primeiras edições. Porém, existe a previsão de que a Acapesu passe por reformas em breve, podendo não estar pronta até a data do festival. Por conta disso, foi necessário escolher uma outra “casa” para o festival e a definição foi pelo Patronato Santo Antônio, local com amplo espaço, de fácil acesso e estacionamento e que, assim como a Acapesu, localiza-se na área urbana de Carazinho.

 - Sabemos do sentimento de carinho e de nostalgia que existe em relação à realização da Seara da Canção na Acapesu. Por isso, era nosso desejo realizar o evento naquele local. Contudo, também sabemos da necessidade de se manter aquele ambiente em ótimas condições para as diversas atividades que recebe, e a Administração Pública tem sido muito aplicada em conservá-lo e melhorá-lo. Assim, diante da incerteza da disponibilidade da Acapesu para as datas do festival, buscamos outro local que guardasse características semelhantes. Optamos pelo Patronato Santo Antônio, que possui uma bela estrutura, um ótimo acesso e está nos recebendo de forma muito acolhedora - destaca Gustavo Weber, presidente da Associação Seara de Arte e Cultura Gaúcha.

 

Apoio a projeto do Patronato

Além da cultura, a realização da Seara em 2022 também vai valorizar a cidadania, contribuindo com o projeto social realizado pelos Servos da Caridade - Patronato Santo Antônio. A empresa Seanet adquiriu um quadro pintado pela artista plástica Ilse Ana Piva Paim sobre a Seara. A obra será leiloada durante o festival e os recursos arrecadados serão destinados para contribuir com a manutenção do Projeto Servos da Caridade.

 

- As oficinas realizadas pelo projeto são muito importantes para o desenvolvimento das crianças e adolescentes atendidos. Para nós é uma satisfação poder contribuir com uma iniciativa tão nobre como é o Projeto Servos da Caridade – afirma Cristiano Martins Thüms, colaborador da Seanet e vice-presidente da Seara da Canção.

 

O Projeto Social Servos da Caridade - Patronato Santo Antônio, através de uma equipe multidisciplinar, promove serviços de convivência para crianças e adolescentes de Carazinho em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa funciona nas segundas, terças, quintas e sextas-feiras à tarde, disponibilizando o apoio de orientador social para realização de atividades escolares e de convivência, oficinas de violão, teatro, padaria, capoeira, escolinha de futebol e escolinha de voleibol, sendo as atividades acompanhadas por profissionais habilitados.

 

- Além das oficinas, a instituição disponibiliza acompanhamento psicossocial para as crianças e adolescentes e seus familiares, buscando minimizar os riscos sociais e incentivando a permanência deles na escola. O projeto funciona através de convênios, mas depende bastante do apoio da comunidade para poder se manter. Além das ações específicas de cada oficina, dos atendimentos realizados pela assistente social e psicóloga e visitas domiciliares, são oferecidos almoços e lanches para todos os inscritos nos dias de funcionamento do projeto, então toda ajuda é bem-vinda – comenta Debora Satre, assistente social do Projeto Social Servos da Caridade - Patronato Santo Antônio.

 

Doação de alimentos

Outra iniciativa da Seara é o incentivo à doação de alimentos. Como não haverá cobrança de ingresso para acesso ao festival, a comissão organizadora sugere que cada pessoa que for ao evento faça a doação de um quilo de alimento não-perecível.

 

As doações arrecadadas serão destinadas para o Projeto Servos da Caridade - Patronato Santo Antônio. “A Seara, mais do que um festival, é um movimento cultural e social da comunidade de Carazinho, e a parceria da Associação Seara com o Patronato Santo Antônio, uma entidade ‘viva’ que tanto bem proporciona para a comunidade regional, assume condições mais elevadas e nos permite reforçar esse aspecto social, pois poderemos utilizar a força da Seara para desenvolver ações beneficentes que retribuam os maravilhosos trabalhos que vêm sendo desenvolvidos pela entidade. Uma dessas ações é a coleta de alimentos e de outros itens, que serão destinados para a alimentação dos integrantes das oficinas mantidas pela entidade e para a composição de cestas básicas às famílias de participantes do projeto”, conclui Weber.

 

 

Crédito das fotos: Patronato Santo Antônio

Leia Também Conhecidos os resultados do Entrevero de Peões e Ciranda de Prendas da Sétima Região Tradicionalista Ciranda Cultural de Prendas e Entrevero Cultural de Peões acontecem neste final de semana em Passo Fundo Definida a programação do Enartinho de julho em Marau Confira a programação do 4º Rodeio Artístico Internacional do Planalto