O Canal do Rio Grande

Rádios Planalto resgatam a história do Canto Galponeiro: confira os vencedores da primeira edição

Compartilhe

O 6º Canto Galponeiro, festival de música gaúcha, está chegando. Acontecerá de 13 a 15 de outubro no Gran Palazzo, em Passo Fundo. 

Apesar da partida repentina do idealizador do Canto Galponeiro, a família Cunha e amigos, liderados pelos herdeiros desse legado, Fabricio e Francielle Cunha, dão continuidade no empreendimento do patrão Adão e já organizam a 6ª edição do Canto Galponeiro, que em 2022 apresenta uma novidade, a 1ª edição do Piazito Galponeiro, festival infanto-juvenil de interpretação, que ocorrerá paralelamente ao evento principal e proporcionará a oportunidade de revelação das potencialidades artísticas e culturais não só de adultos, mas também de crianças e jovens de Passo Fundo e região.

Para resgatar a história do Festival, as Rádios Planalto realizam uma retrospectiva das cinco edições anteriores, com os seus vencedores. A cada dia, um dos concursos. Acompanhem conosco.


---

Música Galponeiro foi a grande campeã em 2016

O Canto Galponeiro teve a sua primeira edição no ano de 2015. A iniciativa surgia com a Associação Amigos do Galpão do Gran Palazzo, e tendo à frente o empresário Adão Cirinei da Cunha, incansável batalhador e admirador da música nativista, o qual viria a falecer no ano de 2021.

Após a apresentação das 14 classificadas para a final (04 da fase local e 10 da fase geral), e de um show com Luiz Marenco, foram anunciados os vencedores do festival. 

Destaque foi para a música "Galponeiro", com letra e música de Érlon Péricles e Guilherme Castilhos, tendo a interpretação de Ita Cunha. 

Confira os vencedores:

Melhor Instrumentista: Guilherme Castilhos – Música Galponeiro

Melhor Letra: Seu Outono Quase Inverno – Leonardo Quadros

Melhor Gaiteiro: Ricardo Comasseto – Música O Orgulho de um Peão Campeiro

Melhor Intérprete: Ita Cunha, na música Galponeiro

Música Mais Popular: Carreiradas, de José Florenal da Silva e Clóvis Mendes

3º Lugar: Pra Quem Não Escolhe Serviço – Letra de Rômulo Chaves, música de Nilton Ferreira, interpretação de Nilton Ferreira

2º Lugar: A Gaitinha botoneira – Letra, música e interpretação de Adams Cezar

1º Lugar: Galponeiro – Letra de Érlon Péricles, música de Érlon Péricles e Guilherme Castilhos, interpretação de Ita Cunha.


Foto: Dilerman Zanchet (arquivo Rádios Planalto)

Leia Também Luto no tradicionalismo: faleceu Elenir Wink, que integrou direção do MTG Rádios Planalto entrevistam os dois candidatos à presidência do MTG FestXiru: confira os resultados do final de semana em Santa Maria “O Tempo e o Vento” é a grande campeã da 21ª Seara da Canção Gaúcha